RADIO

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Importar-se com os outros

Por dias me sinto abatido, fraco, em poucas pessoas encontro confiança, desabilitado espiritualmente.
Estou envergonhado pelos acontecimentos... amigos frustrei.
Hoje me encontro afastado de muitos, procurando saber como resolver aquilo que eu mesmo criei. Falta-me forças, coragem, ânimo... onde encontrar?
Resolvi me expor através desse texto onde sei que muitos se sentiram assim, a ponto de eu também sentir, o medo de entrar numa simples ou profunda depreção. Sim, esse sempre foi meu medo. Sempre ajudei ou me dispus a ajudar a outros que direta ou indiretamente necessitasse de minha colaboração. Estou num momento onde penso não só duas vezes antes ter a plena certeza se estarei apto a ajudar ou atrapalhar um propósito de meu próximo. Até que ponto eu errado em me portar dessa forma? Não sei. Quem sabe enviado de Deus possa me esclarecer.
Bom, nessa tarde folheei as páginas da Sagrada Bíblia e pude ver como nosso Pai, conhecedor de tudo, poderoso para solucionar o mais difícil problema, que está sempre conosco e que, independente do que venhamos fazer, sempre nos amou.

“Porque Ele livrará ao necessitado quando clamar, como também ao aflito e ao que não tem quem o ajude. Compadecer-se-á do pobre e do aflito e salvará a alma dos necessitados. Libertará a sua alma do engano e da violência, e precioso será o seu sangue aos olhos dele.” Salmos 72.12-14.

Nosso Deus se compadece dos necessitados, capaz de amar aquele que por orgulho humano desprezamos. Hoje, estou dessa forma. Mas quantos estão em condições piores sofrendo por uma perda de um ente, por saber que seu próximo tem uma doença incurável, ou quem sabe até o momento não colocou em sua boca um alimento... Graças te dou, ó Pai, por ter saúde, por ter uma família a seus pés, por ter um belo emprego, pelos amigos, pelos pastores, por aqueles que levam sua palavra aos mais afastados pela opressão de políticos ou líderes de nações.
Certo estou de sua providência justa. O que for necessário para minha vida, Tu assim farás.

“Ó Deus, não te alongues de mim; meu Deus, apressa-te em ajudar-me.” Salmos 71.12.

Nenhum comentário:

Postar um comentário